Category "Artigos"

No final do ano de 2005, uma enorme nuvem negra, capaz de ser vista do espaço sideral, se espalhou pelo sul da Inglaterra e viajou através da Europa por dias, sendo causada pelo maior incêndio que esse continente sofreu desde a II Guerra Mundial. Foram necessários 5 dias até que as chamas desse incêndio fossem completamente extintas[1]. Apesar de mais de 10 anos terem passado, as informações provenientes do acidente de Buncefield ainda são muito relevantes na prevenção de acidentes catastróficos similares. […]

Acidentes ocorridos em refinarias como na cidade do México em 1984, em Feyzin na França em 1966 e no Brasil na refinaria de Duque de Caxias em 1972 tiveram como cenários explosões catastróficas semelhantes, decorrentes do fenômeno conhecido como BLEVE. Este é um fenômeno que pode ocorrer quando um vaso que contém um líquido pressurizado ou um gás liquefeito pressurizado se rompe. […]

O que significa PSSR?

O termo Pre-Startup Safety Review (PSSR), em sua simples definição, significa uma verificação final anterior a inicialização do uso dos equipamentos de processo. Quando o termo é usado como uma parte de um sistema de gestão de segurança de processo de uma instalação, isto implica em um sistema de gerenciamento dentro deste sistema de gestão para garantir que os processos novos ou modificados estejam prontos para a inicialização. Isto é realizado ao verificar que o equipamento está instalado de maneira consistente com o objetivo do projeto e que os sistemas de gerenciamento estão no local. De forma análoga, a Revisão de Segurança Pré-Partida é como verificar sua matemática após os cálculos ou, de forma mais vívida, verificar seu paraquedas antes do primeiro salto.

Quais são os benefícios do PSSR?

Como para cada alteração existe um risco associado, e o processo em questão pode ser único, aplicar PSSR de maneira sistemática para seus processos de trabalho representa uma boa prática de negócio.

Existem muitos benefícios a serem obtidos com a realização do PSSR. Uma simples lista inclui:

  • O trabalho de construção, manutenção ou programação realizado para construir, instalar ou programar a mudança do processo atende as especificações de projeto originalmente pretendidas;
  • Novos produtos químicos ou materiais utilizados no processo são compreendidos em relação aos aspectos de segurança, saúde, meio ambiente e desempenho do material;
  • As pessoas designadas para inspecionar, testar, manter, adquirir, fabricar, instalar ou realizar o comissionamento de equipamentos de processo são adequadamente treinadas, têm acesso aos procedimentos atualizados e as informações de segurança de processo;
  • Os sistemas de segurança são verificados para serem operados conforme projetados;
  • Os cálculos de engenharia e os pressupostos utilizados para o projeto e a instalação correspondem às boas práticas de engenharia reconhecidas e geralmente aceitas (RAGAGEP), que descrevem os códigos e padrões aplicáveis;
  • Os requisitos regulamentares para gerenciar mudanças são atendidos;
  • Os requisitos do sistema de gestão da qualidade da empresa são verificados;
  • O PSSR oferece uma oportunidade para a entrega da unidade pela equipe de engenharia ou projetos da empresa para a equipe de operação.
  • Quais são as etapas para o desempenho do PSSR?

    Referência: CCPS (Center for Chemical Process Safety), Guidelines for Performing Effective Pre-Startup Safety Reviews. A John Wiley & Sons, Inc., Publication.

    Autora: Nara Correia | Estagiária de Engenharia Química da RSE Consultoria.

    Copyright 2017 | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por www.georgemota.com