Category "Sem categoria"

Autor: Antonio Claudio Murilo – Consultor RSE

O mês de junho chegou trazendo as festas juninas. É época de confraternização ao lado da fogueira, época de dançar forró agarradinho, de comer canjica, “minduins” e beber licor de jenipapo, época de soltar fogos de artifício, bombas de “mil” e espadas. 

As festas começam com a trezena de Santo Antonio, santo casamenteiro, santo de maior adoração do povo nordestino. Dia treze de junho é o dia de pegar o pão dos pobres e dia de juntar as famílias em torno dos altares montados para louvar Santo Antonio. Após a “reza” é hora de festejar.  Entre os dias 14 e 23 de junho, o nordestino passa o tempo preparando a festa de São João. Começa a montar a fogueira, compra fogos de artifício, escolhe a roupa de caipira, debulha milho para canjica, cozinha “minduins” e prepara o licor de jenipapo. Na noite do dia 23 a festa corre solta, tem quadrilha, casamento na roça, “pula fogueira”, muito licor e muita alegria. No dia 29, dia de São Pedro, o caipira finaliza o mês de junho com mais arrasta-pé, consome tudo o que sobrou do São João e começa a resenhar sobre o que aconteceu e planejar as festas do próximo ano.

O quadro bucólico acima é o ideal de todos aqueles que gostam de São João, porém devemos estar cientes que acender fogueira, soltar fogos de artifício e consumir bebidas alcóolicas é extremamente perigoso e pode causar acidentes e consequências catastróficas. 

Por ser intuitivo, de fácil percepção e fornecer detalhes para suporte à tomada de decisão com base nos riscos de um determinado cenário, fizemos análise de riscos qualitativa, utilizando a ferramenta BowTie. O estudo definiu o PERIGO, que tem o potencial de causar danos em caso de perda de controle; o EVENTO TOPO, que é o desvio do estado desejado; as AMEAÇAS ou causas do evento; as CONSEQUÊNCIAS do evento e por fim, as BARREIRAS, que são os controles preventivos ou mitigatórios do evento. 

A figura abaixo mostra o diagrama Bowtie completo para o Perigo “Incêndio” e evento topo “Queima da fogueira de São João”.

 

Baseado nas informações do diagrama Bowtie, para a queima da fogueira de São João, devemos:

  • Respeitar distância mínima de 50 metros da vegetação.
  • Limpar o local onde será feita a fogueira e colocar areia entre o solo e os troncos.
  • A fogueira deve ter altura máxima de 1,5m.
  • A fogueira deve estar em local aberto.
  • Não montar a fogueira próxima à rede elétrica.
  • O montador da fogueira não deve ter consumido bebidas alcóolicas.
  • Não utilizar materiais combustíveis ou inflamáveis.
    • Evitar brincadeiras perto da fogueira.
    • Redobrar o cuidado com as crianças.
    • Evitar ambientes com muita fumaça.

 

Caso o evento topo tenha saído de controle, seguir as “recomendações” mitigatórias:

  • Lavar a queimadura com água corrente.
  • Não usar produtos sem orientação médica.
  • Procurar pronto atendimento.
  • Chamar o Corpo de Bombeiros.
  • Chamar a concessionário de energia elétrica.
  • Manter distância segura.

 

 

Além das “barreiras” vistas no diagrama Bowtie, durante o período junino vamos seguir as orientações abaixo:

 

  • Ao comprar fogos de artifício, observe se a loja é autorizada a vender o produto.
  • Observar se a caixa do produto traz o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).
  • Verificar a faixa etária permitida do produto.
  • O “fogueteiro” não deve ter consumido bebidas alcóolicas.
  • Sempre utilizar os fogos em local afastado das pessoas, em áreas abertas e sem fiação elétrica e sem árvores próximas.
  • Soltar rojões utilizando um suporte, e não diretamente na mão.
  • Não reaproveitar os artefatos que não funcionaram.
  • Redobrar o cuidado com as crianças.
  • Proteger os olhos contra claridade, fumaça e fragmentos (provenientes da queima dos fogos de artifício).
  • Não existe segurança em soltar balões. Fabricar, vender, transportar e soltar balões é crime.
  • Caso haja chamas na pessoa acidentada, abafar o local, jogar água ou rolar no chão. Após apagada ou caso não tenha havido chama, é necessário resfriar o local queimado com água, proteger com pano limpo e procurar atendimento médico para os devidos cuidados.

 

Durante as festas juninas, e como em tudo na vida, devemos sempre colocar a segurança em primeiro lugar, se possível, não acenda fogueiras ou solte fogos de artifício, prefira a confraternização segura, o arrasta-pé, o forró e as comidas típicas. E nunca, nunca mesmo, solte balões.

Hoje, Dia mundial do Meio Ambiente, compartilhamos com vocês uma temática muito importante, inclusive no mundo empresarial:
A Sustentabilidade.
Além de respeitar o ecossistema, adotar ações sustentáveis é um dever de todos os cidadãos e das empresas como também é uma das formas de mudar, de forma positiva, a imagem de uma empresa junto aos seus clientes, colaboradores e sociedade em geral.
Aqui na RSE CONSULTORIA, este é um dos pilares que defendemos em nossas atuações e tomadas de decisão.
Afinal, a definição e implantação de indicadores de sustentabilidade é um grande diferencial para sua organização.
Seja consciente!
Viva de forma sustentável!
Preserve o Meio Ambiente!

#diadomeioambiente #sustentabilidade #ecossitema #empresasustentavel #negocios #mundoempresarial #rseconsultoria #analisederiscos

Copyright 2017 | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por www.georgemota.com